Obesidade infantil: atividades de educação nutricional nas escolas contribuem na formação de hábitos alimentares saudáveis

Em Blumenau (SC) empresa que fornece alimentação escolar promove dinâmicas personalizadas para ensinar nutrição e valorizar a saúde

Dados do IBGE revelam que uma em cada três crianças brasileiras pesa mais do que deveria. Os quilinhos a mais podem causar sérias complicações à garotada, entre elas diabetes, hipertensão, colesterol alto e outras doenças, que ainda podem provocar baixa autoestima e, em muitos casos, depressão. E este cenário faz com que o tema alimentação saudável torne-se assunto obrigatório nas casas, comunidades e escolas.

O Grupo Risotolândia, há mais de 60 anos no mercado de refeições coletivas, realiza nas escolas para qual fornece alimentação atividades e projetos de educação nutricional, que são desenvolvidos e aplicados pelas nutricionistas da empresa para incentivar nos alunos, desde cedo, hábitos saudáveis de alimentação. Apenas em Blumenau (SC), são atendidos 77 centros de educação infantil e 38 escolas básicas municipais, somando diariamente quase 70 mil atendimentos.  Além disso, o Grupo também fornece na cidade à Fundação Pró-Família, somando uma média diária de 200 atendimentos. Lá, são realizadas palestras com idosos sobre alimentação saudável.

“Atualmente presenciamos o que chamamos de guerra dos alimentos. De um lado estão os salgados, doces e todas aquelas tentações que a garotada adora. Do outro, estão as frutas, verduras, legumes, fibras e proteínas, alimentos que nem sempre as crianças conhecem, que não compreendem e, por isso, não gostam. Mas é uma questão cultural e de hábitos. É preciso mostrar a importância de cada grupo de alimentos, cultivando nas crianças hábitos saudáveis de alimentação. Nosso acompanhamento mostra excelentes resultados”, informa a nutricionista Larissa Schlupp, que é supervisora operacional da Risotolândia.

Calendário saudável

De acordo com a empresa, neste ano, as atividades de educação nutricional – que são extracontratuais e mantidas financeiramente pela Risotolândia - já foram aplicadas em todos os Centros de Educação Infantil da cidade de Blumenau, envolvendo alunos com o tema “Crescendo com Saúde”. “Nossa didática é muito dinâmica, as crianças gostam de atividades diferenciadas e isso desperta a curiosidade. Utilizamos, por exemplo, figuras em tamanho grande - de alimentos saudáveis e não saudáveis - mostrando posteriormente e individualmente a importância do consumo dos alimentos bons, explicando suas propriedades e, principalmente, alertando dos malefícios que os alimentos não saudáveis podem nos trazer”, explica Larissa.

Nas escolas básicas, do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental, a Risotolândia também está realizando atividades com o tema é “Compartilhando Conhecimento”. Depois das atividades, os alunos da rede pública desenham sobre aquilo que aprenderam e o material vai para um concurso chamado Calendário Saudável. Os melhores desenhos, avaliados pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Risotolândia, vão compor a ilustração de um calendário do ano de 2016.

“São iniciativas que contribuem ativamente na saúde e desempenho escolar dos alunos da rede pública. Há muitos anos realizamos estas atividades e podemos perceber claramente a evolução das crianças, além de um prato mais equilibrado. A falta de informação é uma das principais responsáveis pelos hábitos não saudáveis de alimentação. A partir do momento que a criança conhece os nutrientes de um legume, fica muito mais fácil de incluir o alimento na sua refeição diária. Não adianta apenas elaborar um prato saudável e pedir que a criança coma. A parte mais importante do nosso trabalho, como fornecedores de alimentação, é ensinar o quanto aquela comida vai fazer bem para o futuro dela”, finaliza a diretora operacional da Risotolândia em Santa Catarina, Elizete Furtado.